Posts Tagged ‘ Vida. ’

Vem pra cá, vem pra cá! ;D

“Se a vida às vezes dá uns dias de segundos cinzas
e o tempo tic taca devagar
Põe o teu melhor vestido, brilha teu sorriso
Vem pra cá, vem pra cá
Se a vida muitas vezes só chuvisca, só garoa
e tudo não parece funcionar
Deixe esse problema à toa, pra ficar na boa
Vem pra cá

Do lado de cá, a vista é bonita
a maré é boa de provar
Do lado de cá, eu vivo tranquila
E o meu corpo dança sem parar
Do lado de cá, tem música, amigos e alguém para amar
Do lado de cá…

A vida é agora, vê se não demora,
Pra recomeçar é so ter vontade de felicidade pra pular

Do lado de cá, a vista é bonita
a maré é boa de provar
Do lado de cá, eu vivo tranquila
E o meu corpo dança sem parar
Do lado de cá, tem música, amigos e alguém para amar
Do lado de cá.”

Conheça-me.

1. Sou cristã e Deus e minha família são o que há de mais importante para mim. Minha religião? Bem, acredito piamente em DEUS e em Jesus Cristo como meu salvador e provedor de TUDO em minha vida. Identifico-me completamente com a Igreja Batista Central, em Fortaleza, portanto sou evangélica, inclusive batizada. Mas tb sou batizada pela Igreja Católica, catequizada e crismada… Enfim, sou tudo. 😉
Acredito no que a Bíblia diz: quem salva é Jesus e não qlqr religião (“Mais Jesus e menos religião”, é disso que o mundo precisa).
Quanto a minha família, nossa, que família! É o meu exemplo, meu apoio, minha base… Minha maior torcida, minha felicidade… Meu orgulho, meu incentivo diário! Minha família será sempre mais importante que minha profissão, ou qlqr outra coisa.

2. Eu amo foto! A câmera fotográfica é uma de minhas melhores amigas. Rs!
Minha máquina não é a melhor, na realidade anda muito longe disso, mas supre minhas necessidades; (no futuro, terei uma câmera profissional, ctza)!
Não sou fotógrafa, não conheço técnicas nem regras de fotografia. Gostaria de conhecê-las, pois acho fascinante a arte imortalizar os sentimentos dos instantes da vida, ou do dia. Gosto de fotos de pessoas e de paisagens, com tanto que transmitam sentimento. Gosto de fotos espalhadas pelo meu quarto e pelos locais onde vivo.
Qndo tiver a minha casa, alguma parede, talvez a do meu escritório ou a da sala, não sei, será decorada, de cima a baixo, com várias fotos… mesmo que isso pareça bem brega… hehe. Fazer o quê? É o amor! rs!

3. Sou romântica, meio a moda antiga, otimista e ainda acredito na bondade da humanidade. Gosto de fazer/receber cartas. Adoro declarações de amor. Quero casar, ter filhos (2 ou 3), para os quais já escolhi nomes! Quero cuidar e amar meu maridinho e SER, com ele, até os últimos dias de nossas vidas.
{Meu futuro maridinho (namorado) conhece bem este meu lado! Ele é meio assustado com isso, eu confesso, mas ele quer tanto qnto eu, só que alguns anos depois… hehe… mas isso, a gente resolve. =D}

4. Tenho TPM! E nesta época do mês… Ai-ai-ai-ai-ai! Sai de perto pq eu fico a flor-da-pele! Mas posso te contar alguns segredos que ajudam: Chocolate me acalma! Carinho Tb (ficar dengosa faz parte da minha crise). Paciência, é claro, tem que ter. Cozinhar Tb me faz relaxar, principalmente se eu ouvir algumas palavrinhas básicas e sinceras (RS): “Noossssaa… que delícia, a comida mais deliciosa que comi na vida!!”
=)

5. Sou livre, independente e nada mimada. Detesto perturbar; detesto modificar meus planos de vida para agradar alguém. Sou determinada e paradoxalmente indecisa! Demoro um pouco pra decidir o que quero, mas… Quando quero, é pra já!
Acredito que essas características sejam decorrentes do meu ‘histórico de vida’… Digamos que desde pequena aprendi a me virar e resolver qlqr problema que apareça, nem sempre com tanta calma no primeiro instante, mas sempre com muita fé. Aliás, o meu otimismo faz com que quase nada pareça problema. E isso é ótimo! Quase sempre, já que eu tendo a achar que pessoas diferentes são mimadas e gostam de complicar a vida, maximizando problemas que eu insisto em minimizar! (Defeito!)

6. Sou sensível e muiiiiiiiito chorona, muito mesmo! Choro vendo novela, filme, grey’s anatomy e até jornal! Choro pensando no dia da minha formatura, do meu casamento, do nascimento dos filhos que terei (coisa de doido, NE?). Choro qndo to de TPM, qndo escrevo uma carta, qndo oro. Choro qndo machuco alguém e Tb qndo sou machucada… Tb choro qndo alguém chora. Choro nas formaturas e casamentos de amigos e Tb nos aniversários e homenagens. {Nossa, eu choro de mais}. Até já me ofereceram um emprego no qual eu teria muito, muito, muito sucesso! E quase fui contratada, viu? Pra chorar em velório! Pq em velório é que eu choro! 😉

7. Esqueço rapidamente das coisas e acredito facilmente em todas as histórias que me contam. Minhas amigas até me chamam de “ingênua”, não por td, mas PP por eu insistir em acreditar na bondade das pessoas. E quando me chateiam, não consigo falar a respeito. Entenda, não consigo falar sobre a chateação. Fico tensa, estranha, esperando que a pessoa seja sensível (e tenha uma bola de cristal). Logo a chateação passa e eu e minha memória fraca, acabamos esquecendo tudo e confiando novamente… Para, em seguida, quebrar a cara de novo. E de novo. E de novo. Até que um dia, qm sabe um dia, eu aprenda e mude. Mas eu sou feliz, muito feliz… Afinal… Como já dizia o poeta… “Felicidade é saúde e memória fraca”; e eu tenho os dois, graças a Deus! =)

8. A simpatia é o meu maior charme! No sorriso, eu não economizo! Não mesmo. Gosto de ser gentil e humilde e de tratar as pessoas (PP as mais necessitadas) com empatia. Acredito que todos, inclusive eu, somos seres imperfeitos, ou seja, ngm é só qualidade nem tão pouco só defeito (a velha história da bondade da humanidade… todo mundo tem um lado bom, em minha opinião, claro)! Gosto de defender os “pobres e indefesos” e tento seguir a risca o segundo mandamento de Deus: “Amarás ao próximo como a ti mesmo”, mesmo isso sendo bem difícil, ás vezes. Por conta disso, modéstias a parte, as pessoas gostam de mim, pelo menos é o que parece! =D

9. Sou vaidosa, mas não muito. Gosto de maquiagem, mas saio de casa sem com certa freqüência. Gosto de sapatos e roupas novas, usadas ou novas mesmo, rs! Não sou “fitness”, mas de vez em quando me empolgo com a Academia!
Enfim, como diria Leandra Leal… “”Em uma escala de zero a dez, meu nível de vaidade é sete. Dá para passar de ano.”

10. Grosseria, covardia e mau-humor são defeitos que abomino e que, com toda certeza, não fazem parte do meu conjunto de defeitos. Abomino ainda mais a ganância e a ambição que transformam pessoas, fazendo-as tratar com uma diferença nada sutil o rico e o pobre, como se o pobre fosse um ser abominável, aliás, nem ser fosse. O que, sinceramente, é absurdo. Afinal, a dignidade nunca esteve, e anda muito longe de estar, no bolso ou na conta bancária.

Doce…

É assim que ele me deixa ao acordar-me com um beijo ao pé do ouvido, ouvindo o som de sua voz dizendo me amar… doce!
É assim que eu quero estar todas as manhãs, ou pelo menos naquelas em que amanheçamos juntos.

É assim: doce, feliz, amada e apaixonada que eu quero viver doravante. Amém.

“É esse o amor que podemos escolher: sem sobressaltos, sem dor, sem tristeza, um amor leve, livre, solto, um amor que vem para ficar, para uma vida, para o tempo que durar…”
{Na contra Partida}

Como num dia de domingo…

Lendo blogs na internet ao invés de estudar para as quatro provas que se aproximam , li uma coisinha que me inspirou:

“Você aí, você leitor que namora há três anos, você pode até ter inveja da minha sexta-feira, do happy hour que eu fui, da festa que eu emendei e da quantidade de gente que eu conheci, mas eu SEMPRE terei inveja do seu domingo.”
[…]
“Na sexta e no sábado é ótimo ser solteiro, mas domingo a tarde sempre falta alguém pra estar ao lado.”

Desaventuras Namorosas

E num é que é mesmo?! Os meus (nossos) domingos são tão bons. Tão agradáveis. É uma rotina meio que estabelecida. Na maioria das vezes quase todas,passamos o dia em casa mesmo… assistimos um filme, o jogo do São Paulo ou o clássico do dia… nos divertimos com o humor ‘negro’ do pânico e fazemos outras ‘coisitchas’ mais… mas NUNCA precisamos assistir o Faustão ou qlqr outra baboseira que a Globo insiste em passar.
Daí, a gente aproveita e tb brinca de casinha… e meio que já treina pra o nosso casamento que será daqui há alguns (muitos) anos. Pipoca, chocolate, almoço, café… suco… ou água, depende do armário!

=D

Resumindo… os meus (nossos) domingos são mesmo de dá inveja ;*

Borboletas Azuis.

“Borboletas azuis
no feitiço do olhar,
outras mil cores
surgindo no ar.
Imaginação colorida,
são sonhos de vida
querendo se renovar.
Flores perfumadas
formando jardins.
Almas apaixonadas
prometidas no sim.
São juras de amor,
é um favor
sem pedir recompensas.
São laços de ternura
flutuando nas alturas,
onde o chão não faz presença.
É tudo magia,
uma fantasia
cheia de esperanças.
São mesclas de espiritualidade,
espalhadas sutilmente
na nossa realidade.
São nossos pensamentos
girando em movimentos,
sintonizados no carinho e na bondade.
São nossos caminhos,
abrindo novos caminhos,
chamando por nós
cheios de alegria e felicidade…”

(Publicado no Recanto das Letras em 27/10/2007)

——–

Que permaneçam, as borboletas azuis, colorindo o nosso mundo. ;D

O amor.


————————————
Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.

Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.
(1 Coríntios 13)

———————————

Sobre a viagem…

[…]
Tá na cara que foi MARAVILHOSA.
;*